Governo visitou a UAlg para acompanhar o trabalho no combate à Covid-19

02/04/2020

Governo visitou a UAlg para acompanhar o trabalho no combate à Covid-19

Vários membros do Governo deslocaram-se à Universidade do Algarve, no dia 1 de abril, para visitar o Centro de Investigação em Biomedicina (CBMR), onde estão a ser analisadas as colheitas de despistagem à Covid-19. A visita aconteceu no dia em que os utentes e funcionários dos lares do Algarve passam a ser rastreados, sendo as colheitas analisadas na UAlg, através de uma parceria com o ABC- Algarve Biomedical Center, consórcio da UAlg e do Centro Hospitalar Universitário do Algarve.

Numa visita de trabalho, que se iniciou às 11h00, no Departamento de Ciências Biomédicas e Medicina da UAlg, a comitiva, recebida pelo reitor Paulo Águas, contou a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, da ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, e da secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Jamila Madeira.

Despois da visita aos laboratórios do  CBMR, a comitiva seguiu para o Anfiteatro Teresa Gamito onde Nuno Marques, presidente do ABC, apresentou as ações que este consórcio entre a Universidade do Algarve e Centro Hospitalar Universitário do Algarve está a desenvolver no apoio à Civid-19. Procedeu-se ainda à assinatura do protocolo entre o Algarve Biomedical Center e o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social para operacionalizar o projeto «COVID +70» que visa apoiar várias estruturas para idosos na região.

A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, e a secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Jamila Madeira, consideram que o esforço que tem sido feito no combate a esta pandemia revela um País onde se consegue quase o impossível. Agradeceram ainda o envolvimento de todos os setores da sociedade, desde as universidades, autarquias, empresas, até aos próprios trabalhadores.

Já Manuel Heitor elogiou o trabalho feito pela Universidade do Algarve, que foi “pioneira em mobilizar todos os docentes e estudantes para garantir que o sistema de ensino e aprendizagem não fosse interrompido durante a propagação da pandemia”. O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior reconheceu o trabalho da UAlg, na pessoa do reitor Paulo Águas, mas também do ABC, liderado por Nuno Marques, que, juntamente com a equipa do curso de Medicina, do CBMR, dos médicos e engenheiros, implementaram os protocolos médicos para fazer os desenhos das zaragatoas e mobilizaram uma equipa única e inédita.

Estando na UAlg, Manuel Heitor, fez questão de reconhecer publicamente que a criação do curso de Mestrado Integrado em curso de Medicina, há 10 anos, “valeu a pena”. “Hoje temos a certeza que a Medicina no Algarve é um projeto sério, é para continuar, é para ser reforçado e se possível tem de ser duplicado noutras universidades”.

No programa da comitiva estavam ainda previstas as visitas ao call center da linha SNS24, em Faro, recentemente reforçada pelos estudantes de Medicina da UAlg, ao drive-thru junto ao Estádio Algarve, e ao Laboratório Regional de Saúde Pública Dra. Laura Ayres.

 

 

 

Tags: 
Share Partilhar